O melhor Sabor da cozinha brasileira!

Friday, 30 November 2012

Special Embraer 195 (A star made ​​in Brazil)

O EMBRAER 195 é um avião a jato com capacidade máxima para 122 passageiros, fabricado no Brasil pela Embraer.



Diante das demandas de companhias aéreas por jatos de média capacidade, a Embraer projetou a família de aeronaves EMBRAER 170/190, depois denominada E-Jets, que inicialmente englobava o EMBRAER 170, o EMBRAER 190 e o EMBRAER 195. Posteriormente, a família incluiu o EMBRAER 175.​​

O projeto foi totalmente novo e contou com a avançada tecnologia interativa de simulação e modelagem no Centro de Realidade Virtual (CRV). O alto grau de comunalidade entre os modelos desta família – cerca de 90% das peças são comuns aos diversos modelos – possibilita uma grande redução nos custos de operação e de treinamento para as empresas aéreas, aumentando sua flexibilidade e potencializando sua lucratividade.​



O lançamento da nova família foi anunciado durante a 43ª Feira Aeronáutica de Paris, em 14 de junho de 1999. Inicialmente, as aeronaves foram nomeadas como ERJ 170, ERJ 190-100 e ERJ 190-200. Posteriormente, durante o rollout do primeiro protótipo, os nomes foram alterados para EMBRAER 170, 190 e 195.​​

O EMBRAER 195 é o maior avião já construído pela Embraer e em todo o hemisfério sul. O primeiro voo do EMBRAER 195 foi realizado em 7 de dezembro de 2004. Em 30 de junho de 2006, o EMBRAER 195 era o último membro da família de E-Jets a receber o certificado de tipo, quando foi homologado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Entrou em operação na Europa com a Flybe, em setembro de 2006.​




Em fevereiro de 2006 a renomada revista Air Transport World celebrava a entrega do prêmio Reconhecimento em Tecnologia Aeronáutica, que é destinado a um fabricante que tenha desenvolvido um produto que melhore significativamente o serviço das companhias aéreas, sua capacidade, eficiência e segurança. Naquele ano, o prêmio foi para a família EMBRAER 170/190, composta por quatro jatos de nova geração projetados para ajustar o tamanho dos aviões às frotas das companhias aéreas no mercado de 70 a 110 assentos.​​

Em julho de 2009, 600 E-Jets operavam em 46 linhas áreas em 30 países.​​




Concorrentes

O Embraer 195 é concorrente direto do Bombardier CRJ-900, Airbus A318 e dos novos Sukhoi Superjet 100 e Mitsubishi Regional Jet MRJ, que ainda estão em fase de projeto.

A nova família de aviões, os EMBRAER 170/190, têm como alvo o segmento de mercado voltado às companhias aéreas que necessitam aviões de 70 a 122 passageiros.

Obs: Pode-se ainda enquadrar-se como concorrente conforme a configuração de (2-classes) o Airbus A319-100 com capacidade de 124Pax.




Características

É um birreator com fuselagem "double-bubble", quatro assentos por fileira, de dois a dois, concebido para maximizar o conforto dos passageiros.


Curiosidades

Sua designação original era ERJ-195 (Embraer Regional Jetliner), mas o fabricante optou pelo nome atual para desvincular a aeronave da aviação regional.
As aeronaves desta família são conhecidas como E-Jets.
Os jatos da Embraer são chamados no exterior de Jungle-Jets.
Embora seja fabricado no Brasil, apenas em 2008 a Azul Linhas Aéreas Brasileiras foi a primeira companhia aérea nacional a utilizar os E-Jets.